O feminismo e a luta contra os padrões de beleza

3 de outubro de 2017 | Por Bianca Kachani

Você sabe o que é feminismo? Muitas pessoas quando ouvem esse termo torcem o nariz.

Não, feminismo não é o oposto de machismo.

Não, você não precisa deixar de se depilar para se intitular feminista. Nem odiar os homens. 

O feminismo é, de modo geral, um movimento que prega pela equidade de gênero entre homens e mulheres. Ou seja, é a luta que garantiu às mulheres, historicamente, o direito à educação, ao voto, à liberdade sexual e muitas outras coisas.

Agora vamos falar de padrão de beleza. É difícil achar alguma mulher que não sofra com os padrões impostos pela sociedade: magra, branca, cabelos lisos, alta – mas não alta demais! A verdade é que alcançar esse padrão é, na maioria das vezes, impossível e costuma trazer muito sofrimento para as mulheres. É a partir daí que começam a surgir questões como baixa auto estima, transtornos alimentares e vários outros problemas.

E o que uma coisa tem a ver com a outra? Vamos lá!

Os padrões de beleza sempre estiveram presentes em nossa sociedade, embora costumem mudar ao longo dos anos. Os padrões impostos às mulheres, porém, são geralmente fruto daquilo que atrai os homens de cada geração, o que é depois reproduzido pela mídia e assim imposto como modelo a ser seguido.

Talvez por falta de conhecimento, muitas pessoas têm medo de associar uma coisa à outra. A verdade é que o feminismo é fundamental na luta contra os padrões de beleza. Uma das principais causas do movimento é justamente promover a aceitação das mulheres com relação aos seus corpos.

A ideia de que toda mulher é bonita do seu jeito e que devemos nos amar independentemente de qualquer padrão é uma das grandes mensagens que o feminismo pretende passar. 

Gorda, magra, depilada ou não, você é linda. Você é linda quando está toda arrumada. Você também é linda quando acorda com o cabelo todo bagunçado e decide sair desse jeito. Não tenham medo de levantar a bandeira do feminismo. Afinal, revolução é amar o seu corpo.

0

Bianca Kachani
Estudante de Jornalismo