E-mails que vcs mandaram

28 de julho de 2017

O que fizemos com nós mesmos?

Quem mandou este e-mail foi uma mulher de 34 anos.

“Quantas de nós (e também homens), não se sentem inadequados com seus corpos? Quem não pira com essa pressão da sociedade?

Eu tenho 34 anos, faz 4 anos que não vou à praia, tão pouco desço para a piscina do prédio (mesmo sendo um condomínio de 20 apartamentos e a piscina viver vazia). Não tenho coragem de colocar um bikini, um maiô. Tem gordura no corpo, tem celulite… Vivo presa aos meus 21 anos quando era magra, não tinha celulites e minha única inadequação da época era o cabelo.

Hj a tarde, aproveitei que fiquei em casa e fiz uma maratona no seu canal do YouTube.  Estou chorando demais com os vídeos.

Me pergunto, o que fizemos com nós mesmos? Por que nos cobramos tanto, pq nos deixamos ser cobradas? Quantas mulheres sofrendo e sendo menosprezadas. Ao mesmo tempo, como não entrar na pressão da sociedade, como não querer ter aquele corpo de blogueira de moda? É surreal. 

Passei 34 anos tentando ser igual a alguém.  Quando criança queria ser loira, pq o padrão de beleza era a Xuxa, mas loira não podia ser, nasci negra. 

Quando adolescente queria ser como as “patricinhas populares” do colégio, mas também não podia ser, pq não tenho cabelo escorrido, pq minha pele era diferente, pq meu corpo não era sequinho e bem magro como os delas, e daí pra frente, só torturas. Tortura pra alisar o cabelo, pra ter o corpo da atriz, da modelo… menos o meu. A vergonha de não ser igual a capa da boa forma sempre corroendo. 

Seu canal veio como um grito de liberdade.  Não estou sozinha, não somos frescas, fúteis.  Somos pessoas em sofrimento querendo ser aceitas. Obrigada Daiana, por não me deixar sentir sozinha.”

0